A Estranha Perfeita, filme novo no catálogo da Netflix

Apesar de ser novo no catálogo da Netflix, A Estranha Perfeita é um filme de 2007, que está posicionado na categoria “suspense”. Esse tem sido o estilo de suspense mais colocado na plataforma de Streaming nos últimos tempos. Mulher, obsessão, crime e romance.

Esse, no entanto, possui menos romance e mais obsessão, da parte de Rowena, personagem principal da trama, que representa uma jornalista investigativa, obcecada em perseguir a verdade por de trás dos acontecimentos envolvendo sua amiga de infância e um poderosíssimo magnata.

Enredo

Rowena Price é procurada por uma amiga de infância para descobrir mais sobre seu amante, Harrison Hill, poderoso executivo da Victoria Screts. No entanto, uma semana após ter sido procurada, a jornalista descobre que sua amiga está morta, e acredita fortemente saber o culpado por isso (Harisson Hill, o amante).

A mulher então se infiltra na empresa, tenta seduzir o chefe e colher informações que possam sustentar sua ideia. Entre idas e vindas o filme vai deixando pequenas migalhas que podem servir para ligar os pontos mais tarde.

Apesar de ser um filme classificado como suspense, se enquadra muito bem na categoria de mulheres obcecadas que a Netflix parece adorar colocar em seu catálogo, por isso, admito que não sou muito fã do gênero, namorada malvada, homem perseguido e vice e versa, são todos clichês e com tensão bem mal sustentada pela narrativa, nada surpreendente.

O filme não é de tudo ruim pois consegue plantar a ideia de culpado em um personagem, que do início ao fim, parece ser alguém que esconde alguma coisa (e esconde, mas não vou entrar em detalhes). A surpresa vem somente no fim, quando descobrimos o verdadeiro culpado e todas as fichas deixadas para trás, começam a fazer sentido, essa é a parte boa do filme, o culpado é realmente uma surpresa (mas a gente meio que já espera isso de filmes nessa categoria, não é mesmo?).

Vale a pena assistir ao filme?

Isso depende do seu gosto para esse tipo de filme. É só mais uma história sobre obsessão, dessa vez não por um homem, mas por um desfecho. Mas se esse tipo de filme consegue te entreter, então assistir A Estranha Perfeita vai trazer boas surpresas e um pouco diferenciado do restante de filmes nessa faixa.

Se está à procura de um filme realmente de suspense, que te prenda até o fim de um jeito bom, deixando aquele nervoso no ar, assista “Hush, a morte ouve”, e guarde a Estranha Perfeita para quando estiver procurando um filme mais tranquilo.

No fim o filme não é de tudo ruim somente por conta do fim (que nem é lá aquelas coisas). O que consegue prejudicar todo o suspense é a trama, que consegue ser muito pobre e quase não dá para sustentar a história até o final (aliás se cortassem a metade inteira do filme, ao fim ele teria o mesmo sentido, o que indica um mal uso da narrativa), resumindo, um filme bem mais ou menos.

508

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.