Apple e LG se acordam para venda de aparelhos na Coreia do Sul

A LG como a maioria das pessoas sabe, tinha suspendido a parceria com a Apple para comercialização dos aparelhos na Coreia do Sul. E agora a LG voltou atrás com a decisão, mas logo sofreu complicações com o fornecedor.

Mesmo assim, a fabricante sul-coreana já anunciou venda dos primeiros aparelhos iPhone, Apple Watches e iPads, em suas lojas nos próximos meses.

É importante lembrar que essa negociação e parceria só foi possível quando a LG se retirou do segmento de smartphones, em abril desse ano, para priorizar na comercialização de outros aparelhos. A Apple assim, pode ser vista como uma grande ajuda no desequilíbrio financeiro que a empresa sofrerá.

Para que isso acontecesse, houveram diversos empecilhos quanto aos fornecedores e o próprio governo coreano, que tornaram difícil a consolidação do negócio, pois segundo esses, a parceria poderia iniciar uma crise financeira ao prejudicar os pequenos comerciantes.

Como se desenrolou a parceria

Apesar de ter grande parcela dos varejistas contra a decisão, não foi o suficiente para impedir o acordo. Fazendo com que pela primeira vez, mais de lojas da LG recebem o produto da Apple para comercialização, tendo saído no prejuízo, apenas a produção de MacBooks, que poderia levar a perca financeira dos próprios fornecedores, e por isso não será comercializada por enquanto no país.

Existe ainda a expectativa de que os produtos já estejam nas prateleiras em agosto, e que venha a interferir fortemente na liderança do mercado de celulares, hoje liderado pela Samsung. O acordo com certeza veio para impactar e tomar posse da maior parcela de clientes que hoje preferem comprar no concorrente.

A samsung, no entanto, não parece intimidada pelo acordo já que controla mais da metade do mercado na região, detendo 60% das vendas locais. Interferindo grandemente na rentabilidade da Apple que por outro lado, detém uma parcela de 25% dessas. O que influenciará na decisão de parceria, é algo que somente o tempo mostrará, e com toda certeza o mercado girará para se adaptar à nova realidade, para não perder espaço em vendas.

993

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.