Como será o 5G no Brasil

Como será o 5G no Brasil? Como serão a qualidade, os prazos de instalações? Caso você não saiba o 5G é a nova geração de internet móvel que promete conexão com bem mais velocidade, e que possui avanços de tecnologias e a possibilidade de ligar a muitos objetos a internet ao mesmo tempo. A rede vem funcionando na Alemanha, na China e nos Estados Unidos e no Japão. Já no Brasil o governo está se preparando para o leilão das frequências antes do funcionamento da nova internet móvel.

O que o 5G irá permitir na prática e quando chegará ao Brasil?

Saiba que a funcionalidade dos carros autônomos, a telemedicina e as cirurgias que são remotas irão avançar com o tempo de resposta do 5G. Será possível o advento dos carros autônomos, das casas e das cidades inteligentes, entre outros.

De acordo com a ANATEL que é a Agência Nacional de Telecomunicações, tá prevista que o 5G funcione nas 26 capitais do país e também no Distrito Federal em julho de 2022. E para todas as cidades do Brasil que possui mais de 30 mil habitantes, o prazo é julho de 2029, após o leilão, as operadoras que serão as vencedoras terão de investir em infraestrutura para assim oferecer a conexão.

Já o preço das operadoras de telecomunicações não cobra pelo tipo de tecnologia de rede, mas, sim pela franquia de dados. E o acesso ao 5G dependerá da cobertura e da compatibilidade dos aparelhos.

O 5G vai permitir as melhorias de velocidade, tempo de resposta e confiança na rede prometem abrir um leque de aplicações. Como já citado as tecnologias como os carros autônomos e a telemedicina devem avançar com o 5G, assim como a chamada indústria 4.0 com toda linha de produção automatizada. Principalmente as cirurgias que são realizadas de forma remota, por exemplo, elas serão bem mais confiáveis quando a rede oferta um tempo de resposta rápida.

Saiba quando os consumidores sentirão as mudanças

Para você que será um dos consumidores do 5G poderá demorar a se espalhar, primeiramente pela baixa quantidade de aparelhos disponibilizados no Brasil que podem se conectar a ele, e com os preços acessíveis. O problema está que não adianta ganhar o leilão se não haverá usuários ou aplicação para isso.

Hoje em dia você não sentiria nenhuma diferença ao trocar o 4G pelo 5G, já que a conexão de 4G está fornecendo uma velocidade que atende a todas as demandas dos aplicativos e dos equipamentos que utiliza. Em última instância o preço seria a única diferença já que a conta para o 5G seria bem mais cara.

Mas, é uma demanda para o futuro, é uma oportunidade de negócios com áreas como o 3D, holografia e as outras aplicações que são novas que na verdade vão motivar os usuários. O desenvolvimento de aplicações para as pessoas desejarem comprar um plano caro de 5G ou o equipamento.

Para saber mais informações sobre como será o 5G no Brasil confira outras matérias aqui no nosso blog!

1321

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.