Hacker invade Twitter e é preso aos 22 anos

Jovem britânico suspeito de montar grupo com cibercriminosos é preso nessa quarta-feira (21 de julho), na Espanha. Segundo a polícia, jovem está sendo investigado pela invasão em larga escala no Twitter em julho de 2020 quando diversas mensagens tipicamente ameaçadoras e crimes foram cometidos.

Joseph O’Conner é o nome do jovem responsável pelo ato, e foi detido na cidade de Estona, ao Sul da Espanha. Apesar da pouca idade, o jovem já possuía mais um mandado de prisão que fora expedido pela Justiça dos Estado Unidos também no ano passado.

Ele não foi o único

Na realidade, Joseph é um participante da quadrilha que atuava sempre no mesmo modo operante, atacando grandes redes sociais afim de conseguirem algumas recompensas e dados pessoais, assim como dados bancários. Ele já é o quarto suspeito preso que, de acordo com os policiais, integra um grupo com diversos responsáveis pelo ataque, os outros três presos, são norte-americanos, e todos eles possuem apenas 22 anos de idade.

Como aconteceu o ataque

Em julho de 2020 a 1 ano atrás, o ataque no Twitter afetou milhares de pessoas e personalidade como Jeff Bezos, Kim Kardashian, Elon Musk, Kanye West e Joe Bidem. Que fizeram acesso à suas contas pessoais, twitando mensagens para o pedido de bitcoins na troca de uma devolução que garantiria o dobro do valor, claramente um golpe, que levou milhares de pessoas ao erro.

A mensagem dizia “I am giving back to my community doe to Covid-19! All Bitcoin sent to my adress below will be send back doubled. If you send $1,000 i will send back $2,000!”

Traduzindo, “Eu estou doando à minha comunidade devido ao Covid-19! Todas as Bitcoins depositadas no endereço abaixo serão dobradas. Se você me enviar 1000 eu devolverei 2000

As investigações

Durante as investigações para a descoberta dos responsáveis, os policiais descobriram que os jovens fizeram acesso interno do sofware slack de funcionários do Twitter, usando suas credenciais para acessar o painel de moderação dentro da rede social e, através disso, poderiam tomar controle da conta de mais de 130 famosos.

O suspeito em participar do ataque foi o último integrante a ser peso e responderá por cibercrime, como acesso internacional não autorizado a dados pessoas e computadores para obtenção de extorsão, ameaça e etc. Um dos presos já passou por julgamento, e foi condenado por três anos de prisão, enquanto os outros acusados aguardam para serem julgados e receberem sua sentença.

Para o tamanho do ataque e a quantidade de pessoas que foram atingidas por ele, a pena foi um tanto leve demais, visto que a maioria dos criminosos que praticam crimes online, sempre retornam a vida criminosa depois de passarem curtos períodos na cadeia. Principalmente porque em algum momento de sua pena, se for recorrido por seu advogado, o preso pode responder por processo em liberdade.

Agora só nos resta esperar os próximos julgamentos e ver como se desenrola o julgamento de três jovens de apenas 22 anos, já presos no mundo do crime.

1369

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.