Resident Evil: Village, Vale a pena?

Resident Evil têm sido o jogo favorito durante anos de todos os amantes de vídeo game espalhados pelo mundo, a expectativa em cima de todos os jogos é sempre grande, até mesmo para o lançamento de remakes, por isso muitos querem saber como se desenrola a história em Village, novo jogo da série.

Mesclando elemento de todos os jogos da franquia, principalmente Resident Evil 4, o jogo se passa em um vilarejo no leste europeu, onde se desenvolve a trama narrativa. Contando a história de Ethan Winters que, após ter sua esposa assassinada e sua filha desaparecida, se encontra em meio ao vilarejo, enfrentando hordas de inimigos, que incluem Licanos, Moroaicas, e até um transformer (falaremos mais sobre isso).

O jogo consegue surpreender em muitos sentidos, e possui um fim narrativo chocante, para muitos. Se vale a pena ou não comprar, fica a seu critério depois de ler a esse artigo.

A jogabilidade de Village

O jogo tem diversas melhorias comparada ao seu antecessor, Resident Evil 7, como por exemplo, melhoramento do manuseio de arma, menor tempo de resposta sob os comandos de defesa, gráficos mais bem elaborados, trilha sonora marcante capaz de trazer ambientação, e destaque para localização em PTBR, primeira versão dublada da franquia.

A jogabilidade é bem integrada com partes da narrativa, que te arrastam para dentro da trama.

A pior cena de Resident Evil

Ao passar pelo cenário da fábrica, depois de enfrentar vários inimigos (Arrastador, Soldats e Arranque), o protagonista se prepara para luta final com Heisenberg.

Essa cena foi bastante criticada pelos jogadores, e com toda razão. Um dos vilões com a maior expectativa, decepcionou quando revelado quais seriam seus poderes, que incluíam o controle de campo magnético, o que até aí, tudo bem. O que realmente chocou, foi quando o personagem sofre mutação, sem receber dano nenhum, transformando-se em um “transformer”.

Sim, um transformer. O personagem é comparado a um, porque não passa de um robô gigante, sem contexto nenhum com a narrativa, além de desperdiço do poder magnético.

Apesar de ser uma luta que rende esforço, principalmente no modo vilarejo das sombras, fica aquém das expectativas.

A melhor cena de Resident Evill Village

Durante a fase do Castelo Dimitrescu, a vilã mais esperada de todo o jogo, consegue causar sensação de pânico e tensão, perseguido o jogado o tempo todo. Forçando o raciocínio lógico para buscar saídas e formas de fugir.

Quando finalmente chega o momento de lutar com Dimitrescu, as expectativas são elevadas, e o jogo consegue supri-las. Já em sua verdadeira forma, você se sente encurralado ao topo de um castelo, sem ter para onde escapar, dando um confronto inevitável e memorável.

Vale a pena comprar Resident Evill Village?

Isso vai depender da sua experiência com os jogos anteriores. O Resident Vill Village tem tudo para surpreender com uma trama que esclarece o início de toda a corporação Umbrella.

Cria dessa forma, com narrativa impressionante, uma grande experiência de jogabilidade e ambientação. Podendo ser considerado, por hora, o jogo do ano.

824

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.